Baita personalidade? A menina que desafiou Trump!

Eis que acompanhei atentamente a vitória da Seleção Norte-Americana contra as Inglesas pela Copa do Mundo de futebol feminino. Um placar de 2 a 1 sofrido com direito a defesa de pênalti da goleira Naeher. É a terceira final consecutiva de Mundial dessas meninas que são de fato uma das mais poderosas do planeta. Mas o que mais que chama a atenção desse grupo - além da bola de alto nível, é claro! - é a personalidade e autenticidade da capitã Megan Rapinoe.

No início dessa semana, após um treinamento, ela disse em alto e bom som que um time de futebol feminino não consegue vencer se não 'tiver meninas gays no time'. Segundo ela é questão de 'ciência'. Mas pra mim ela provou ser destemida mesmo quando disse que a seleção 'não iria para porra da Casa Branca' se ganhar o Mundial na França por causa de Donald Trump. O presidente dos EUA, então, respondeu a capitã e disse que ela deveria vencer antes o torneio.

Olha só, está bem perto de vencer. Até porque pra mim as meninas norte-americanas são melhores que Holanda e Suécia (as outras semifinalistas). Mas vou acompanhar esse caso de perto. Até porque adoro gente que tem personalidade e desafia o sistema padrão de comportamento do mundo. Aquela coisinha chata regrada. Adorei! Se os EUA forem campeões quero ver se a Rapinoe vai cumprir sua promessa. Independente de preferências políticas seria demais uma atitude como essa.

41 comentários

  1. André santos Rita 2 julho, 2019 at 20:15 Responder

    Assim como nosso presidente preconceituoso, machista. Mas pra mim as meninas dos EUA leva esta. Parabéns pra ela fala o que pensa aindaais pra um presidente norte americano.

  2. Cezar Roberto da Silva 2 julho, 2019 at 20:19 Responder

    Amigo Neto! Concordo com o que vc disse! Se os EUA ganhar, não vai ser bom para o Trump, que tem eleições ano que vem!Espero que as americanas pegam a Holanda, porque a Suécia e macaca velha que já tirou os EUA das Olimpíadas no Brasil! E isso aí e por favor coloca no YouTube como pronunciar Megan Rapinoe porque todo mundo no Brasil pronúncia errado!! Grande abraço!!!!

  3. Otacilio 2 julho, 2019 at 21:16 Responder

    Arana vai jogar no mengão pq o Sevilla não quer o jogador e nenhum clube europeu se interessou por ele e ai? Parece q não deu certo intimidar o mlk

  4. Alemão 2 julho, 2019 at 21:22 Responder

    A “porra da casa branca” é o simbolo dos Eua, como a estátua da liberdade…. uma jogadora, pessoa pública, falar isso diz mais sobre ela do que o Trump.

    Respeito é bom.

  5. Mosqueteiro Vingador 3 julho, 2019 at 07:51 Responder

    Olha como está a economia nos USA, o menor índice de desemprego nos últimos tempos, não tem o que falar, Trump simplesmente calou a boca de muita gente, ou seja, ele está cagando e andando pra ela e essas bobagens de assuntos LGBTs

  6. Regis 3 julho, 2019 at 08:25 Responder

    Garotinho!! Essa jogadora joga muito mais que os craques do brasileirão.
    Fora de campo , aí cada um na sua!! Quero é ver uma grande final e tu arrebentando nos comentários , diga se di passagi..kkk abraço! !

  7. Gilmar 3 julho, 2019 at 08:25 Responder

    Cara sendo homo beleza é uma preferencia dela .
    Agora se fosse um cara que fez mudança de sexo e tivesse jogando no meio das mulheres ai é ridiculo .

  8. Marcelo Vilela 3 julho, 2019 at 09:01 Responder

    E essa “contusão” que tirou do jogo ontem? Será que realmente é verdade ou o Trump já colocou as mangas de fora?

  9. Flavio 3 julho, 2019 at 09:18 Responder

    Falar da seleção feminina americana ser campeã é fácil, quero ver fazer a seleção americana masculina, com gays ou não, ser campeão mundial, hahahahahaha!! E dane-se a raivinha que tem com o Trump, frescura do caramba. Vai perder o mundial se ficar focando em outras coisas.

  10. ZANATTA 3 julho, 2019 at 14:10 Responder

    Muito legal a Copa Feminina! Surpreendeu positivamente! Pena que deixaram de transmitir na TV aberta. Mesmo a semifinal. CADÊ o DNA da Band??? Neto, parabéns! Você é craque também na TV!

  11. Bruno 4 julho, 2019 at 00:49 Responder

    Ela desrespeita o hino nacional dos EUA, o ignorando… algo que e considerado uma honra, por todos os soldados que lutaram pela liberdade nos EUA, em respeito pelas todas as mortes que aconteceram, o Hinor representa muita coisa, e ela por mimi, narrativa politica, luta pela ideologia de genero, igualdade salarial, e bla bla, ignora na hora de cantar, mesma coisa aconteceu com os jogadores da NFL… e uma piada.

    ‘tiver meninas gays no time’. Segundo ela é questão de ‘ciência’. Mas pra mim ela provou ser destemida mesmo quando disse que a seleção ‘não iria para porra da Casa Branca”’

    e um desrespeito absurdo… oq ela quer? jogar futebol, ou precoupado com a sexualidade das companheiras do time, ela esta interessada pra ter alguma relacao? esse tipo de comentario chega a desrespeitar ate pessoas do time dela…

    caramba neto, ”Até porque adoro gente que tem personalidade e desafia o sistema padrão de comportamento do mundo”

    nao faz o menor sentido, desde quando o Trump apoia o establishment? o Trump esta longe do ”padrao”.
    Padrao e os demcoratas… algo como PSDB e PT aqui no Brasil…

  12. Netho 5 julho, 2019 at 13:07 Responder

    Essa é “A CARA”.
    Não esses babaquaras da selecinha do Tite que só abrem a boca para falarem abrobrinhas.
    Esses carinhas babacas são os chorões do 10 a 1 (Alemanha mais Holanda em 2014) e os bonecos de ventríloquo do Titeretetê que acha que futebol é sala de aula para prática dos manuais farisaicos de auto-ajuda.
    Onde é que está o Tyson e aqueles milongueiros da Ucrânia levados à Rússia?!
    Renato Gaúcho para a selecinha voltar a ser uma seleção!

  13. Maciel 8 julho, 2019 at 10:44 Responder

    Eita mundao frescurento… agora em tudo nesse mundo a opção sexual está a frente. Ta ficando chato pra caramba…
    Aqui no Brasil até eleição é questionada por causa de opção sexual.
    Eu quero ver se um trans quiser jogar num time feminino vão tratar com igualdade.

    Cada um escolhe com quem quer conviver e se relacionar, mas ta chato essa “imposição” de ideologia.

    Nem Jesus é aceito 100%
    Todos falam dele o que quiser
    Pensam dele o que quiser

    Mas tem uma parte da sociedade que ta se achando mais do que Jesus Cristo

Deixe um comentário