Furacão DEVASTA Colorado e conquista Copa do Brasil!

Após vencer o primeiro jogo da final da Copa do Brasil pelo magro 1 a 0, o Athlético/PR foi ao Rio Grande do Sul encarar o Internacional dentro do estádio Beira-Rio. Casa cheia e clima totalmente favorável para o clube gaúcho conquistar sua segunda taça da competição. A sensação de euforia era monstruosa! Todo mundo tinha certeza que o Furacão viraria ventinho lá dentro. Pra falar a verdade eu pensava que era bem capaz da arbitragem dar um pênalti polêmico 'pró' donos da casa.

Mas que nada! O Athlético mostrou uma baita personalidade desde o começo da partida. Não se intimidou com a pressão adversa e ainda abriu o placar com o gol do Léo Cittadini. Pouco tempo depois o Inter deixou igual com o Nico Lopez e voltou a dar esperanças aos torcedores. Mas o técnico Tiago Nunes soube posicionar sua equipe com inteligência e ficou apenas jogando nos contra-ataques. No final fizeram o gol consagrador com menino Roni, que jogou muita bola. Ah, vale a lembrança para a jogada incrível do Marcelo Cirino, que deu um baita drible no marcador antes do cruzamento.... 2 a 1 e taça aos paranaenses.

O título foi merecidíssimo! Méritos totais de um clube super organizado, que investe com inteligência e vem colhendo os frutos com vários títulos expressivos. O elenco é formado por jogadores desconhecidos do grande público e por um técnico jovem e competente. Parabéns aos torcedores do Furacão, que devastaram o Inter no Beira-Rio com propriedade.

28 comentários

    • Marcilio Dias 19 setembro, 2019 at 08:44 Responder

      Odair tem crédito, faz excelente trabalho no Inter, mas fez cagada nessa final. Tirar Patrick? N tem como. Sou torcedor do Sport, e sei que mesmo esse cara jogando ruim, nunca deve sair, ele dá alma ao time.

  1. Matheus blank 18 setembro, 2019 at 23:42 Responder

    Pelo que o athetico está jogando, o treinador em destaque, pode-se dizer que receberá uma grande oportunidade da Europa em pouco tempo? Lembrando que recusou o Atlético MG

  2. João Felype 18 setembro, 2019 at 23:44 Responder

    Neto, o que tu achas, diga-se de passagem, do planejamento de longo prazo do Furacão? Vai fazer dele um dos mais gigantes do Brasil, engolindo nossos times paulistas, para falar a verdade?

  3. Lucas 19 setembro, 2019 at 07:44 Responder

    NETO,

    Alguns treinadores brasileiros usam com ÁLIBI outros campeonatos, para justificar o fracasso em alguns, bando de incompetentes, aí usam desse artificio para justificar, coloca time reserva de migué, não é para poupar e sim para ter um álibi quando não ganham.

    Veja se qualquer trabalhador brasileiro que acorda as 5 da matina pega onibus trabalha o dia todo, sai, vai estudar e chega em casa 1 da manhã, é poupado , LOGICO que não , ainda por cima ganha mil pila por mês.

    Aí pergunto, passsou da hora de os tecnicos brasileiros pararem com essa malandragem para justificar sua incompetencia ? Olha o Odair que junto com Guerrero, Lindoso, Bruno, Edenilson e DÁlessandro estavam uma perna danada e ganharam o que esse ano ??? Nem estadual.

    Concorda NETO ??

  4. Rennan 19 setembro, 2019 at 07:47 Responder

    Jogo histórico, Athletico merecidamente entra no Hall, entre os grandes times do Futebol brasileiro não tenha menor dúvida,Ganhar Sul Americana do jeito que levou,e ganhar a Copa Do Brasil, ganhando do Flamengo no Maracanã, revertendo um 2 a 0 improvável contra o Grêmio,e ganhando do Internacional os dois jogos, é pra realmente entrar pra história
    Netão
    1: Athletico subiu de vez de patamar??
    2: Vc acha que a Copa e o estádio novo apesar de alguns apertos fizeram o time ser realmente Grande de vez?
    3: Concorda que jogadores como Léo Pereira e Bruno Guimarães tem condições de não só seleção,mas nível Barcelona Real Madrid?
    4: Pq o Inter Sempre que chega em finais sempre nunca ganha??
    5: Vc acha que o Tiago Nunes tem cacife pra treinar o Corinthians como se fala lá no Paraná?

  5. Otacilio 19 setembro, 2019 at 07:57 Responder

    Criticou tanto o Jorge Jesus mas no fundo sabe que ele está falando a verdade, os treinadores do Brasil sao ultrapssados a excessões do R. Gaúcho e do T. Nunes. Não é vdd?

  6. Andres Sanchoz 19 setembro, 2019 at 09:23 Responder

    Grande monstro sagrado, Guerrero é um jogador supervalorizado pela mídia por causa do gol contra o Chelsea? Incrível como esse cara pipoca em jogo decisivo… ficou no bolso no Geromel no gaucho, no bolso do Rodrigo Caio na libertadores e agora no bolso do Bambu do Athletico.

  7. Marcelao SPFC 19 setembro, 2019 at 09:30 Responder

    Parabens Furacao. Jogadores desconhecidos (Bambu veio das Sardinhas de graca), tecnico audacioso, inovador. Presidente ativo e competente.

    Enquanto isso o SPFC vai pagando 1pau e meio pro Daniel Alves, ex jogador, amigao do menino Neymar, que culpa a imprensa pela ma fase dentro do campo. Mediocres incompetentes.

  8. Thiago Silva 19 setembro, 2019 at 09:31 Responder

    Neto você acha que agora que o athletico está só no Brasileirão eles vem com tudo no segundo turno? É um time a se preocupar?

  9. Jesalém 19 setembro, 2019 at 10:30 Responder

    E mais um técnico estrangeiro, desconhecido aos nossos olhos , nos mostra o quão atrasado estão os “professores” mais superestimados daqui, fissurados em vitórias apertadas por 1×0. Del Valle mostrou que não tirou o INDEPENDIENTE-ARG à toa. E Ainda bem que o Tiago Nunes levou a copa do BR, chega desses ranços retranqueiros de Odair, Tite, Felipao, Carille, Mano! Uma quarta-feira de sobrevida para nosso futebol. Que Jorge Jesus ou Sampaoli não deixem o Brasileirao escapar. Athletico já é mais do que nunca um clube grande, quem discordar é clubista.

  10. Flavio 19 setembro, 2019 at 11:06 Responder

    Parabéns ao time do suco, DESTRUIU o timinho retranqueiro na sua própria Arena Serasa, hahahahahahahaha!!!! D-E-S-T-R-U-I-U com todas as letras e com propriedade!!!!

  11. Josias 19 setembro, 2019 at 11:13 Responder

    Neto,como esse guerreiro só reclama,jogador chorão!!nem viu a bola nos jogos com o Flamengo e agora o Athletico,vai na guela dele.O que vc acha ?

  12. Otacilio 19 setembro, 2019 at 13:05 Responder

    Quando nós ver que o clube é pequeno é quando perde pro time do Equador em casa e não tem muita repercussão, como se fosse uma derrota normal. Ah, se fosse o Flamengo era uma enxurrada de criticas

  13. Netho 19 setembro, 2019 at 22:43 Responder

    Levou sorte o time curitibano.
    O Inter teve pelo menos duas oportunidades claras antes de tomar o primeiro gol.
    Dois cabeças de bagre atrapalharam Guerrero que faria o gol de cabeça porque estava na pequena área de frente para as balizas e sem goleiro.
    Muita ansiedade.
    O melhor 9 da Copa do Brasil foi o Roni.
    Quando D’ Alessandro não entrou em campo, o Inter já saiu perdendo de dois a zero.

Deixe um comentário