O Grêmio vacilou... não dá pra chorar!

Não resta dúvida de que o Grêmio é um time cascudo. Acostumado a jogar grandes competições. Mas na noite desta terça-feira (30) a equipe do Renato vacilou feio em sua Arena. Pelo amor de Deus! Venceu o primeiro jogo na Argentina e vinha vencendo a segunda partida até os 36 da segunda etapa. Não dá pra levar a virada ainda mais como aconteceu. Para vai! Tenho um respeito e um carinho pela instituição mas não dá pra ficar chorando pelo leite derramado.

Fiquei sabendo que a diretoria vai tentar entrar na justiça desportiva alegando que o técnico Marcelo Gallardo, suspenso, se comunicou com seu auxiliar durante a partida (ele inclusive desceu no vestiário no intervalo do jogo). Posso falar? Alguém em sã consciência acha que a Conmebol, que tem uma tendência enorme a favorecer os clubes argentinos, vai tirar o River da decisão por causa de algo assim? Jamais! E isso ficou bem claro quando a entidade puniu o Santos por escalar o jogador Carlos Sanchez irregularmente e não puniu Boca e River pelo mesmo motivo. Ah, ainda teve a expulsão do Dedé na Bombonera que foi um dos maiores absurdos que vi na vida. E com o uso do 'VAR', hein?

O Renato após o jogo falou que o Grêmio foi roubado e tudo mais. Na verdade o futebol é feito de vitórias e derrotas. Na temporada passada os gaúchos venceram a Libertadores com propriedade. Esse ano perdeu. O VAR acertou. E tenho dúvidas se aquela bola no primeiro gol do River tocou de fato na mão do gringo. É só saber perder. Repito: é difícil mas faz parte do jogo.

35 comentários

  1. Flavio
    31 outubro, 2018 at 12:49 Responder

    Neto, saber perder é uma coisa. Perder de forma injusta é outra coisa. Conmebol passou a mão em mais um time brasileiro. Alguém duvida que com o Palmeiras será diferente? E sério, Neto… para com esse discurso idiota que tudo que acontece de errado é choro. Foi prejudicado? Precisa sim entrar na justiça, ponto! Senão eu estaria aqui agora dizendo que é choro seu entrar com um processo contra o empresário que te esculhambou. Qual a graça de participar de um torneio onde times argentinos são sempre beneficiados pela própria organização do torneio? Caso Amarilla não te ensinou nada não, hein?

  2. WILIAN 31 outubro, 2018 at 13:26 Responder

    Neto, acho que se o Boca passar do Palmeiras hoje a noite, o Grêmio tem boas chances de reverter no tapetão, talvez a Conmebol tema uma possível tragedia na Argentina por tamanha rivalidade na final entre os hermanos. Acho que tudo vai depender do resultado de hoje. Abraço !!

  3. Rodrigo 31 outubro, 2018 at 13:32 Responder

    kkkkkkkk, bem feito pra vocês craque neto, chupaaaaaaaaaaaaaa Grêmio, chupaaaa neto, chupaaaaaa Dirceu, chupaaaaa Veloso, Chupaaaaa TAMBÉM AQUELE URUGUAIO QUE COMENTA NO SEU PROGRAMA O CHAMADO PUXA SACO SEU DARIO PEREIRA. CHORA NÃO SAFADÕES, ACEITA QUE DÓI MENOS. E DA-LHE BOLSONARO MITOOOOOOOO.

  4. Rennan 31 outubro, 2018 at 14:10 Responder

    Como o Grêmio jogou mal ontem hein,praticou antijogo e se classificasse seria mais pela camisa pq otra coisa,pq o River engoliu o Grêmio do primeiro ao ultimo minuto,e DUVIDO q vai anular o jogo,é mais fácil acreditar no Saci Cruzar as Perna do q reverter,provavelmente veremos o q a UEFA sempre quis com El Clásico entre Barcelona x Real Madrid numa final de Champions q quase aconteceu em 2012,2013 e 2015 mas ñ houve,o q td indica o Superclássico do Século entre River x Boca,decidindo uma Final de Libertadores,q a Conmebol tanto queria desde 1820,agr atenção as zebras q ainda podem acontecer
    Netão
    1: Bressan foi o principal culpado pela derrota??ameaçaram o coitado de morte ;<
    2: Q vc axou das declarações do Alexandre Pato sobre o Bressan?
    3: Palmeiras vira ou não???
    4: Vai assistir hj o jogo na Globo com o mala do Galvão ou na Fox com o seus amigos Prieto e Edmundo?
    5: Q vc axa do fim do ministério do Esporte Craque Neto?
    6: Vc axa q no Brasil Loteria Esportiva igual na Inglaterra e Cassino deveriam ser liberados no Brasil?
    7: Vc axa q o Neymar se condenado pode pagar uma multa estrondosa??até pq preso não vai ser nunca??

  5. David 31 outubro, 2018 at 15:56 Responder

    Aquele pênalti nada a ver o Bressan tinha q corta os braços , o cara jutou a queima roupa, muito rápido pra tirar o braço da frente ou vc acha que ele coloca a mão na bola ali? Ali foi bola na mão .Esse VAR e uma piada com o Corinthians aconteceu a msm coisa no gol do Pedrinho ,o negócio e deixar o jogo correr esse VAR tá por fora

  6. Octavio 31 outubro, 2018 at 16:09 Responder

    Tana cara que a Comenbol quer a final Boca x River. Palmeiras que se cuide hj!!! Juiz so vai apotar pro time xeneize. Eles descem a bota e juiz nao da nada, ai o brasileiro rela no argentino, falta e cartao. Na boa? Deviamos boicotar essa porcaria de torneio. Nossos times sao os que sao mais grana pra Comenbol, se nao querem, quem façam jogo da bolivia x venezuela. Nossos vizinhos, infelizmente, nos detestam. Colobia talvez seja a excessao.

  7. serginho 31 outubro, 2018 at 16:53 Responder

    Andres não faz a mínima estar não libertadores ano que vem se não ia ter que gastar com reforçoseu aí pergunto ganha dinheiro ou perde para disputar que tem que reforçar o time e não sei se ganha tanto pra isso

  8. SEU IDOLO 31 outubro, 2018 at 17:40 Responder

    CRAQUE NETO, AGORA É TARDE PARA CHORAR O LEITE DERRAMADO… OS GREMISTAS SÃO UM FANFARRÃO, TEM QUE SABER PERDER, VAI SER PALMEIRAS X RIVER NA FINAL

  9. João Luis 31 outubro, 2018 at 17:43 Responder

    craque neto eu estava te assistindo hj nos Donos da bola e você disse tudo ao contrario que voçe escreveu nesse post aqui, realmente você é bipolar em todos os sentidos, corta dos dois lados.

  10. anderson 31 outubro, 2018 at 18:36 Responder

    Concordo com vc craque neto
    1 se o Everton fais aquele gol cara a cara tinha matado o jogo concorda ?
    2 vc acha que river deveria perde os ponto?
    3 o Renato tbm tem que dá mérito ao river que é um baita time né ?
    4 boca x river a melhor final kkkkk concorda ?
    5 abraço neto sou seu fã garotinho

  11. Uesley 31 outubro, 2018 at 22:15 Responder

    Neto, o jogador do River admitiu que tocou na mão. Se fosse o Curinthians, voce colocaria no titulo que o VAR nao funciona e que roubaram o Curinthians. Mais profissionalismo por favor.

  12. Eduardo 31 outubro, 2018 at 22:23 Responder

    Neto, o que vale mais?

    (1) 6 Brasileiros, 3 Libertadores e 3 Mundiais (São Paulo)?
    (2) 7 Brasileiros, 1 Libertadores 2 Mundiais (Coritnhians)?

    Pois não entendo por que voce fala que o Corinthians foi o maior da historia, essa conta não fecha.

      • Flavio 1 novembro, 2018 at 10:31 Responder

        Não valem mais do que títulos internacionais. E francamente… títulos estaduais? Hoje em dia? No passado, isso vaila alguma coisa, agora, hoje? Piada…

      • Antônio 1 novembro, 2018 at 11:22 Responder

        Mas antes do SP existir, o Corinthians já tinha um monte de campeonato Paulista. O tri-color não estava presente p/ disputar. E quem disputava a libertadores antigamente, não participava da copa do Brasil. E o São Paulo ficou muitos anos sem disputar a copa do Brasil por estar “sempre” na libertadores. Então pelo fato de ser um clube mais novo que os rivais, de não ter participado de diversas competições e ainda ter esse monte de títulos de expressão, me faz acreditar que no conjunto da obra, o tri-color paulista é o maior do Brasil seguido por Corinthians, Santos e Flamengo. Não concorda?

  13. Adilson 1 novembro, 2018 at 08:04 Responder

    Grêmio não jogou bem. Ser aguerrido não basta. Faltou jogadores de melhor qualidade técnica. Por falar nisto sou Atleticano e como joga este Lucas Prato. Como pode ser tão incompetentes.

  14. Netho 1 novembro, 2018 at 20:01 Responder

    Vai dar Boca na cabeça.
    Renato Gaúcho vacilou e jogou com o time amassado o tempo todo.
    Jogou como time pequeno.
    Perdeu como time pequeno.
    Renato Gaúcho deve aprender a lição e jamais deixar de ser um time que joga o tempo todo na frente sufocando o adversário.
    Vacilou, dançou.
    Renato Gaúcho é o melhor técnico do Brasil e deveria ser o técnico da seleção brasileira.